Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

BEICINHOS POLITICAMENTE-CORRETOS

Comentário proferido na rádio Cultura AM no dia 29 de novembro de 2013.

DE LA CIERVA, Ricardo. Las Puertas Del Infierno.

PROGRAMA AVE MARIA, 28 de novembro de 2013.

FULCANELLI. O Mistério das Catedrais.

Uma questão de bom senso

Por Ferreira Gullar
Falando francamente, o que você prefere, a segurança ou a insegurança, o previsível ou o imprevisível? Em suma, quer acordar de manhã certo de que as coisas vão caminhar normalmente ou prefere estremecer ao pensar no que fará, neste dia, o seu filho drogado?
Acho muito difícil que alguém prefira viver no desespero, temendo o que pode ocorrer nesse dia que começa. Estou certo de que todo mundo quer viver tranquilo, certo de que as coisas vão transcorrer dentro do previsível.
Mas quem se droga comporta-se, inevitavelmente, fora do previsível, ou não é? Já imaginou a apreensão em que vivem os pais de um filho drogado? Começa que ele já não vai à escola e, se vai, arma sempre alguma encrenca por lá. Se já trabalha, abandona o emprego e começa a roubar o dinheiro da família para comprar drogas.
Se isso se torna inviável, entra para o tráfico, passa a vender drogas ou torna-se assaltante, porque tem de conseguir dinheiro para comprá-las, seja de que modo for. Daí a pouc…

O SILÊNCIO DOS FORTES

Comentário proferido na rádio Cultura AM no dia 28 de novembro de 2013.

Piadas de salão

Por Ferreira Gullar
E agora, como ficam Lula e seu partido? O processo do mensalão chegou ao final, com a condenação dos responsáveis pela falcatrua levada a cabo por destacados membros do governo Lula e do PT: José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil da Presidência; José Genoino, então presidente do Partido dos Trabalhadores; Delúbio Soares, ex-tesoureiro do partido, e João Paulo Cunha, ex-presidente da Câmara de Deputados.
Isso sem falar em Marcos Valério, operador do sistema, e um alto funcionário do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, que entregou R$ 73 milhões ao PT para a compra de deputados. A pergunta é como ficam Lula, seu partido e o governo petista agora, diante da nação.
Vou referir-me aqui a determinados fatos, de que o leitor talvez não se lembre, mas o ajudarão a entender como nasceu o mensalão. Os fatos são estes: quando Lula foi eleito presidente da República, José Dirceu disse-lhe que o PMDB estava disposto a apoiar seu governo, mas Lula não quis.
Sabem por quê? Porq…

A CAVERNA DE MEFISTÓFELES

Escrevinhação n. 1070, redigida no dia 26 de novembro de 2013, dia do Beato Tiago Alberione e de São João Berchmans.
Por Dartagnan da Silva Zanela

Em sua obra “A origem da Linguagem”, Eugen Rosenstock-Huessy afirma, com a serenidade que lhe é característica, que a saúde moral e cognitiva de um grupo depende da origem da linguagem de seu meio, depende das realidades que os símbolos, que compõe o meio sócio-cultural, nos remetem. Por isso, chega ser desesperador quando refletimos sobre as fontes da linguagem circulante e bem como sobre os símbolos que são utilizados corriqueiramente para referirmo-nos as realidades que se apresentam de modo fugidio, ou direto, em nosso dia a dia.
Tendo isso em vista não temos como nos esquivar duma alegoria que com freqüência é apresentada como uma figura análoga ao mito da caverna, apresentado no livro VII da República de Platão. A figura em questão é a trilogia Matrix dos irmãos Wachowski. Quando se menciona o mito platônico, rapidamente, muitos o com…

A ERA DO MEDO

Comentário proferido na rádio Cultura AM no dia 27 de novembro de 2013.

Arrependimentos

Por Paulo Briguet
Padre Pio de Pietrelcina confessava-se no mínimo a cada sete dias. Se até um santo homem como ele tinha arrependimentos semanais, o que dizer de um miserável pecador como este cronista?
Arrependo-me diariamente de várias palavras, atos, pensamentos e omissões. Às vezes, o arrependimento se refere a algo que aconteceu há muitos anos. Querem um exemplo? Lamento ter invadido a reitoria da Universidade de Londrina em meados de 1990. Esse fato me veio à mente alguns dias atrás, quando vi as imagens da destruição provocada pelos invasores da reitoria da USP.
Devo ressaltar, porém, que éramos invasores bem civilizados. Vinte e três anos se passaram, mas eu me lembro do cuidado que tínhamos em evitar qualquer tipo de depredação ou dano ao patrimônio público. Logo no primeiro dia da invasão, flagramos um companheiro mexendo na fechadura de uma sala; ele foi duramente advertido e quase expulso do movimento. À noite, tocávamos canções de Caetano e Djavan ao luar. Minha maior o…

Papa Francisco. EXORTAÇÃO APOSTÓLICA EVANGELII GAUDIUM

ENCONTRANDO ALEGRIA - Entrevista com Carlos Nadalim

RÁDIO VOX - http://radiovox.org

NÃO QUERO MUDAR O MUNDO

Comentário proferido na rádio Cultura AM no dia 26 de novembro de 2013.

PEDRINHAS NA ALGIBEIRA

Escrevinhação n. 1069, redigida entre os dias 19 de novembro de 2013, dia de Santa Matilde de Hackeborn e de São Roque Gonzales e companheiros mártires, e 25 de novembro de 2013, dia de Santa Catarina de Alexandria.
Por Dartagnan da Silva Zanela

1. Não quero mudar o sistema. Nem tenho planos para um mundo melhor. Tenho planos para mim, para tentar, na medida do possível e nos limites do impossível, corrigir esse mentecapto inveterado que habita esse mundo e navega sem rumo pelas linhas turvas do sistema. Sim, há muitas injustiças no mundo e o sistema que rege essa desafinada orquestra societal não colabora com realização da justiça. Ninguém nega isso e não serei eu o primeiro a fazê-lo. O que digo é que eu não peço, de modo algum, a Deus que me dê meios e poder para corrigir o mundo, porque eu não sou melhor do que a imagem que invade minhas vistas. Na verdade, estou bem abaixo e entregar os destinos de milhões de almas em mãos tão ineptas é algo temeroso por demais. Contento-me em es…

RECONHECER CHAMA-SE CARÁTER

Comentário proferido na rádio Cultura AM no dia 25 de novembro de 2013.

Papa Francisco: homilia de clausura do Ano da Fé

O santo padre lembrou a centralidade de Cristo na vida e na história de cada um
Por Redacao do ZENIT
ROMA, 24 de Novembro de 2013 (Zenit.org) - Publicamos a seguir a homilia do santo padre na celebração eucarística do fechamento do Ano da fé:
***
A solenidade de Cristo Rei do universo, que hoje celebramos como coroamento do ano litúrgico, marca também o encerramento do Ano da Fé, proclamado pelo Papa Bento XVI, para quem neste momento se dirige o nosso pensamento cheio de carinho e de gratidão por este dom que nos deu. Com esta iniciativa providencial, ele ofereceu-nos a oportunidade de redescobrirmos a beleza daquele caminho de fé que teve início no dia do nosso Baptismo e nos tornou filhos de Deus e irmãos na Igreja; um caminho que tem como meta final o encontro pleno com Deus e durante o qual o Espírito Santo nos purifica, eleva, santifica para nos fazer entrar na felicidade por que anseia o nosso coração.
Desejo também dirigir uma cordial e fraterna saudação aos Patriarcas e aos …

Solenidade de Cristo Rei do Universo

PROGRAMA TESTEMUNHO DE FÉ - Padre Paulo Ricardo.

Site: http://padrepauloricardo.org

ALVES, Castro. OBRAS COMPLETAS.

Um Genoíno homem de esquerda

Por Olavo de Carvalho
O DEPUTADO JOSÉ GENOÍNO tem hoje a fama de ser homem respeitado igualmente pela esquerda e pela direita. Contribuem muito para isso a inteligência, a polidez, a simpatia e o ar despretensioso com que S. Excia. encanta a todos os que o ouvem falar. Muito o ajudam, também, a elegância e a retidão com que ele tem cumprido os deveres da ética parlamentar, seja diante de seus companheiros de partido, seja dos adversários. Tudo isso faz dele um homem digno da distinção que hoje o cerca. Mas o motivo principal de seu prestígio é que ele encarna, segundo a opinião geral, a personificação mesma de uma “nova esquerda”, esclarecida e democrática, despida de toda pretensão totalitária e avessa ao emprego da violência como meio de acesso ao poder.
O próprio Genoíno dá verossimilhança a essa interpretação, na medida em que, sem renegar de todo sua atuação de guerrilheiro, ele a vincula a um determinado momento do passado, como coisa adequada àquele tempo e inadequada ao nosso…

FRANCA, Pe. Leonel. LIBERDADE E DETERMINISMO.

EDUCAÇÃO E DISCIPLINA

Comentário proferido na rádio Cultura AM no dia 22 de novembro de 2013.

Joaquim Barbosa não praticou uma só ilegalidade; gritaria é fruto da máquina de difamação do PT.

Por Reinaldo Azevedo
Joaquim Barbosa, relator do mensalão e presidente do Supremo Tribunal Federal, não cometeu ilegalidade nenhuma ao determinar a prisão dos mensaleiros. Nada! Zero! A gritaria é só decorrência da máquina de propaganda e de difamação do petismo. Os presos estão sob a guarda da Polícia Federal, que também é polícia judiciária. A Vara de Execução Penal que cumpre as determinações do Supremo é a do Distrito Federal. Pergunta com resposta óbvia: o deputado Natan Donadon (sem partido) cumpre pena em Rondônia ou na Papuda? Agora, sim: executadas as prisões, analisam-se os pedidos para cumprimento em outros estados por esta ou por aquela razão.
Wadih Damous, presidente do Comissão de Direitos Humanos da OAB, saiu atirando contra a Joaquim Barbosa. É o que ele sempre faz quando seus “companheiros” de esquerda estão em apuros. Esse senhor vinha se especializando, nos últimos tempos, em sair em defesa de mascarados violentos no Rio. Agora, arrumou uma causa ainda mais especio…

QUASE NADA

Comentário proferido na rádio Cultura AM em 21 de novembro de 2013.

Estréia: Lobão e Olavo, Olavo e Lobão

Por que desarmar o cidadão de bem e armar a bandidagem?

Por Fábio Pereira Ribeiro
Anos atrás o Brasil aceitou de forma passiva, quase letárgica, o desarmamento da sociedade, com promessas de redução gradual, e até exponencial de sua violência, considerando que o porte de arma do cidadão comum seria um dos grandes motivos da violência diária nas cidades do Brasil. Ledo engano, a violência aumentou, o contrabando de armas continua de forma gritante, cada vez mais os “bandidos” usam armamentos mais pesados que nossas Forças Armadas, o cidadão de bem todos os dias sofre com o estado de insegurança, crianças usam .45 quase todos os dias em vez de escolas e “carrinhos”, assim, qual a lógica do desarmamento até agora? Praticamente nenhum político consegue explicar, e poucos se atrevem em falar publicamente, principalmente em expor seu arrependimento por esta lei.
De uma forma geral a sociedade se engana com casos esporádicos, ou pontuais de pessoas de bem que utilizam armas e comentem violências caseiras, ou até por problemas mentais, como casos…

PROGRAMA AVE MARIA, 21 de novembro de 2013.

Oração a Santa Catarina de Alexandria

Santa Catarina de Alexandria, que tivestes uma inteligência abençoada por DEUS, abre a minha inteligência, fazei-me compreender as matérias de aula, dá-me clareza e calma na hora dos exames, para que possa ser aprovado. Eu quero aprender sempre mais, não por vaidade, nem só para agradar aos meus familiares e professores, mas para ser útil para mim mesmo, a minha família, à sociedade e à minha Pátria. Santa Catarina de Alexandria, conto contigo. Conta também tu comigo. Eu quero ser um bom cristão para merecer a tua proteção. Amém.

ENTRE BATMAN E BENTO XVI

Escrevinhação n. 1068, redigida no dia 19 de novembro de 2013, dia de Santa Matilde de Hackeborn e de São Roque Gonzales e companheiros mártires.
Por Dartagnan da Silva Zanela

Na edição do Cansástico do dia 17 de novembro foi exibida uma matéria sobre um garotinho portador dum tipo de câncer que teve um desejo seu realizado com a ajuda do valoroso trabalho da Fundação Make-a-Wish que, por meio da coleta de doações, procura realizar um desejo de muitas pessoas que sofrem dessa enfermidade. No caso do infante, o desejo era poder ser o Batman e salvar a cidade de Gotham City. E o desejo foi realizado e tornou-se notícia na aldeia global.
Tal notícia é um exemplo muito claro para podermos compreender como a grande mídia contribui sorrateiramente na edificação duma sociedade materialista-hedonista anticristã. Sim, sei que tal observação, num primeiro momento, pode parecer confusa, mas não te apoquente que eu já me explico.
A mesmíssima Fundação realizou, no ano de 2012, o desejo de Peter Sr…

kAMEL, Ali. NÃO SOMOS RACISTAS.

SOBRE A PATERNIDADE

Comentário proferido na rádio Cultura AM no dia 20 de novembro de 2013.

O PROGRESSISTA

Por Flávio Gordon Revista Vila Nova
Terá o leitor alguma vez se questionado sobre o sentido do termo “progressista”, ou será tal curiosidade nada mais que uma impertinente idiossincrasia do autor destas mal digitadas? No primeiro caso, peço que ele acompanhe-me nas reflexões que se seguem; no segundo, que faça o mesmo, pois, se cedeu à insensatez de gastar o seu precioso tempo lendo este parágrafo introdutório que ora já se encaminha para o fim sem nada dizer, seria ainda mais insensato tê-lo gasto à toa, sem ao menos, no fim das contas, poder conferir-lhe algum propósito, quando nada o de concluir entredentes – “ora, mas que artigo mais cretino”.
Eu, insisto, tenho grande curiosidade pelo termo em questão. O que é um progressista, afinal? Dentro da minha área de formação, a antropologia social, a idéia de progressismo está inexoravelmente atrelada ao século XIX e ao zeitgeist científico de então. O progressista era alguém que acreditava estar em posição de apreender a totalidade (as …

Oração de São Jorge

Ó São Jorge, meu Santo Guerreiro, invencível na fé em Deus, que trazeis em vosso rosto a esperança e confiança, abre meus caminhos.
Eu andarei vestido e armado com vossas armas para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não peguem, tendo olhos não me enxerguem e nem pensamentos possam ter para me fazerem mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrar. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estendei vosso escudo e vossas poderosas armas, defendendo-me com vossa força e grandeza.
Ajudai-me a superar todo desânimo e a alcançar a graça que vos peço (fazer o seu pedido).
Dai-me coragem e esperança, fortalecei minha fé e auxiliai-me nesta necessidade.
São Jorge, rogai por nós. Amém.

SOBRE A MATURIDADE

Comentário proferido na rádio Cultura AM no dia 19 de novembro de 2013.

COM O ROSÁRIO SOBRE A MESA

Escrevinhação n. 1067, redigida entre os dias 13 de novembro de 2013, dia de Santo Estanislau Kostka, e 19 de novembro de 2013, dia de Santa Matilde de Hackeborn e de São Roque Gonzales e companheiros mártires.
Por Dartagnan da Silva Zanela

1. Os fortes são silenciosos. Não gritam. Choram enquanto enfrentam suas batalhas diárias sem fraquejar diante dos desafios. Não desesperam diante dos nãos que a vida insiste em lhes dar. São essas pessoas, anônimas diante do mundo, que tem seus nomes inscritos no panteão eterno dos bravos. São essas almas que regam o chão com o suor de seu labor e com as lágrimas de sua dor que fazem Deus sorrir, apesar da fraqueza e do torpor em que a barulhenta multidão vive desprovida de mérito e sem valor. Por isso muito aprendamos com os fortes silenciosos. Com eles descobrimos a grandeza da vida que as multidões queixosas são incapazes de compreender.
2. Certa feita Ariano Suassuna havia dito que o que é bom de viver é ruim de contar e o que é ruim de viver é…

CORÇÃO, Gustavo. A DESCOBERTA DO OUTRO.

JUSTIÇA? ONDE?

Por Janer Cristaldo

Parte da nação se regozija, neste fim de semana, com a prisão de dez dos condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão, decretada em data emblemática, a da proclamação da República. De uns tempos para cá, a palavrinha república andou ganhou ganhando prestígio. Foram os petistas que a trouxeram à baila, enchendo a boca com expressões como “valores republicanos”.
Como se valores republicanos quisesse dizer alguma coisa. Até 1991, tivemos a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, ditadura que durou três quartos de século. Ainda temos, sob o tacão da Partido Comunista, a República Popular da China. Isso sem falar na República Democrática Popular da Coréia, que vem sendo governada por “ presidentes” da mesma família desde sua fundação em 1948.
Parte da nação se regozija, dizia. Pois há outra parte que não. A nação está dividida desde 1964, quando os comunistas tentaram reeditar a intentona de Prestes, com apoio da URSS, China e Cuba. Há qu…