SEM PERDER A POLIDEZ... SÓ QUE NÃO

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)

(i)
O primeiro passo para dar um jeito na educação brazuca é fechar, definitivamente, o ministério da educação e não colocar nada no seu lugar.

(ii)
Os poloneses, diferentemente dos demais povos do Ocidente, entenderam perfeitamente o que é a guerra cultural e como se deve lutá-la.

(iii)
Fazer-se de vítima da história, do sistema e de caramba a quatro pode até render alguns pontos e uns pilas, porém, isso não o dignifica não.

(iv)
Há uma grande diferença entre a manifestação dum preconceito e uma atitude racista. Ignorar essa diferença é um sinal de malícia ideológica.

(v)
Esquerdopata é assim: se ele tacar fogo no coreto e invadir prédios é algo democrático. Agora, ser contrário a isso não dá. Aí é fascismo.


(*) Professor, cronista e bebedor de café.

Comentários