POMBOS E SUAS BAZUCAS FECAIS


Por Dartagnan da Silva Zanela (*)

(i)
Muitas são as formas de jejum que podemos praticar, mas, atualmente, a mais urgente talvez seja a que devemos impor à nossa língua queixosa.

(ii)
A sociedade algumas vezes age acertadamente quando se assusta com algo; porém, sempre erra redondamente quando fica empolgadinha com um fervo.

(iii)
Educar uma pessoa, antes de qualquer coisa, é ensinar-lhe a duvidar firmemente de todas as ideias supostamente geniais que ocorrem em sua cuca.

(iv)
Para infelicidade geral da educação, a falta de respeito e o enxovalho com o que é sagrado são vistos hoje como o cume da liberdade humana.

(v)
Quem é o monstro? A mãe que acorrentou a filha, os traficantes e cafetões que destruíram a guria, ou os especialistas com seu bom-mocismo?


(*) Professor, cronista e bebedor de café.

Comentários