QUASE POESIA, s/n

Nada é mais covarde
Numa rede social
Que um ataque
Feito com maldade
E de modo vil
Por um falso perfil
Que oculta a face
Dum linguarudo sem
Dignidade.

Comentários