QUASE POESIA, n. 98

Rezar sem cessar aos céus
Liberto de todos os véus
Que ficam dormentes 
Entre a alma aflita
E a piedade Divina
É plena e seguramente
O primeiro e grande passo
Do corpo, da alma e da mente,
Resoluto e firme na direção
Que nos leva para o real paço
Da sabedoria do novo Adão.

Comentários