QUASE POESIA, N. 94

Toda alma sebosa
Faz-se de vítima
Afetada e pomposa

Se algo a irrita. 

Comentários