QUASE POESIA, n. 88

A biblioteca está vazia
Toda largada, sozinha,
Sem nenhuma companhia

Que tenha alguma valia.

Comentários