REFLEXÕES AO PÉ DA JANELA

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)

VALE TUDO
O movimento revolucionário usa em seu plano estratégico - com seus inumeráveis tentáculos marxistas, marxizantes e marxianos - tudo o que estiver em seu alcance e todos que ele puder instrumentalizar para realizar o seu projeto que, nada mais é, que a conquista total do poder. Só isso.

MABUSE DA VIDA (1)
Vivemos em um manicômio. Numa casa de lunáticos que faria o doutor Mabuse sentir inveja. Ora, um país onde se ostenta a cifra de, aproximadamente, setenta mil homicídios anuais e que, ao mesmo tempo, insiste-se em agir como se tudo estivesse correndo dentro da mais pia normalidade, de fato, não é um país não, é um hospício dirigido por doidos de pedra.

MABUSE DA VIDA (2)
Fazer pose de equilibrado, de pessoa sabida e sensata que vê tudo pelo prisma da “solidez” de nossas instituições democráticas, ignorando que vivemos num país onde o desvario tornou-se a regra, onde a aberração, fantasiada de normalidade, é ditada por toda ordem de conspirações e conchavos que são orquestrados noite e dia por toda estirpe de escroques, definitivamente, é um claro sinal de estupidez presunçosa, fruto da incapacidade de encarar a realidade de frente. Incapacidade essa advinda de uma covardia moral sem precedentes que leva o indivíduo, diante do horror que nos abraça, a fixar rótulos bobos como "foi um acaso", "é tudo teoria da conspiração" e tutti quanti, para melhor preservar a integridade de sua alma de geleia.

TUDO CULPA DO TRUMP
Por defender aberta e claramente os fundamentos cristãos e por declarar guerra contra a cultura da morte (abortismo e demais hostes infernais), Trump conquistou o ódio histericamente visceral dos esquerdopatas - sejam eles esquerdopatas de carteirinha ou honorários. E isso, meu caro Watson, já é um ótimo sinal porque, quando essa pacutia vermelha fica com raivinha é porque as coisas não estão indo para o rumo utopicamente errado que eles tanto amam.

(*) Professor, cronista e bebedor de café.

Comentários