QUASE POESIA – n. 74 (21/I/2017)

Cometer alguns erros e arrepender-se sinceramente
É algo simplesmente humano e qualquer um entende.
Agora, fazer do erro um projeto de vida somente
É aplaudido pelas hostes de canalhas e dementes.

Comentários