QUASE POESIA – n. 71 (18/I/2017)

Como nunca em nossa história se viu antes,
A Terra de Vera Cruz a cada dia que passa,
Aperta mais e mais o seu passo cambaleante
Rumo ao abismo profundo da farsa armada
Por políticos, intelectuais e demais desgraças
Que engambelaram o povo com suas trapaças
Que estão arruinando o futuro de toda a raça
E envergonhando toda a nossa pátria amada.

Comentários