QUASE POESIA – n. 65 (14/I/2017)

A lei com todas aquelas meias palavras
Diz ao cidadão que ele pode bem viver
Se pagar todos os impostos, tarifas e taxas
Que tornam sua vida um soturno sobreviver.

Comentários