QUASE POESIA – n. 59 (12/I/2017)

Só mesmo um intelectuloide progressista
Com todos aqueles títulos e diplomas ocos
O último refúgio dos presunçosos e tolos
Acredita nas asneiras da grande mídia.

Comentários