QUASE POESIA – n. 33 (24/XII/2016)

Que a noite escura venha a dissipa-se
Na espera do nascimento do Salvador.
E que na espera nosso coração faça-se
Manjedoura para acolher o divino amor.

Comentários