BORRÕES E RASURAS SEM PROPÓSITO

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)

(1)
Frota e Freire. O primeiro é um ator pornô sem noção do que seja educar; o outro, com sua pedagogia do oprimido, sodomizou a educação brazuca.

(2)
A questão não é a necessidade primaz de um ministério da cultura, e mesmo um da educação, mas sim, que elas, cultura e educação, existam.

(3)
Perdemos o senso das proporções, a noção do ridículo, literalmente abdicamos daquilo que os antigos chamavam de juízo e vergonha na cara.

(4)
Fala pelos cotovelos da programação televisiva, que ela é um isso e aquilo, mas não consegue deixar de ver a dita cuja da novelinha da Globo.

(5)
A turma boazinha chama de enredo inteligente e legal os surrados clichês e estereótipos politicamente corretos mastigados pelas telenovelas.

(6)
Morre, cumprindo o dever, um policial a cada 32 horas. Policiais que recebem dos bons moços apenas uma fria, tacanha e "crítica" indiferença.

(7)
Tudo bem você me odiar com todas as tuas forças; mas, por favor, odeie-me pelas razões certas, não por essas invencionices ideológicas tuas.

(8)
Encarar a realidade como ela se apresenta é uma atitude indispensável para podemos ouvir as suas razões sem projetar as nossas sobre ela.

(9)
Não queira dizer como as coisas devem ser sem antes procurar vê-las como realmente são para somente depois ousar dizer o que deve ser feito.

(10)
Não fique batendo no peito exigindo direitos aqui e acolá como se isso fosse algo digno de respeito. Procure sim, discretamente, servir aos teus semelhantes no intento de tornar vida mais digna. Tal atitude pode ser chamada de civilidade se você quiser; quanto ao primeiro caso, com o perdão da palavra, não passa de pirraça mal disfarçada, mesmo que insistamos em chamá-la de cidadania.

(11)
Que teus colóquios, que sua vida não fique girando em torno do seu umbigo, de tuas fraquezas e pretensas fortalezas. Seja maior que isso.

(12)
Não espere pelo amanhã para tomar uma resolução em sua vida, porque tardar uma atitude já é uma decisão tomada. Tomada contra si mesmo.

(13)
Qualquer idiota é capaz de ser coerente com suas idiotices, digo, com suas ideias. O que realmente é imprescindível é que sejamos responsáveis pelas nossas ideias e ações, sejam elas coerentes ou não.

(14)
Dum modo geral, uma conversão não é um ato que se consuma instantaneamente tal qual uma mensagem eletrônica. A conversão de uma alma é uma peça de teatro shakespeariana composta de vários atos que nos levam, gradativamente, a um grand finale.

(15)
A vida humana é vivida numa estrutura dramática e, por isso, deve ser pensada nessa perspectiva. Para compreender o sentido da existência é imprescindível que sejamos capazes de contar a nossa própria vida como um romance, ou feito um roteiro cinematográfico. Se não nos habilitamos a enfrentar essa empreitada e, ao mesmo tempo, ousamos querer dar uma explicação cabal para os sofrimentos e dilemas humanos, tudo o que dissermos sobre não passará duma presunçosa tolice. Só isso e nada mais.

(*) professor e cronista.

Comentários