PALAVRA POR PALAVRA

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)

(1)
Chamam petulantemente de golpista e fascista todos aqueles que ousam levantar a cabeça e a voz contra a sanha totalitária petista.

(2)
Sr. PRESIDENTO, quando o povo disse que cansou da petralhada ele não disse que queria ver outra palhaçada. Disse que queria o fim da esbórnia.

(3)
Uma atriz disse que vagabundo é quem trabalha oito horas por dia. Pois é. Gente assim é que diz representar a cultura e o povo brasileiro

(4)
No início da semana Temer se apresentou como sendo o Tigrão que iria fazer uma baita gestão e, ao final da dita, revelasse um Sr. amarelão.

(5)
No momento que Dilma foi afastada, estava eu numa livraria.Para ler e pra não esquecer do dia, comprei o livro AMOR E VIDA de Thomas Merton.

(6)
Machado de Assis era um poeta menor? Em relação ao prosador Machado de Assis, sim, ele era. Frente aos demais poetas, de modo algum.

(7)
Verdade seja dita: Temer afinou rápido de mais pra patrulha vermelha numa questão miúda. Provavelmente afinará também nas questões maiores.

(8)
Bastou a tigrada fazer uma serenata de mimimi e bater o pesinho num showzinho de rua para que a ousadia de Temer findasse bem rapidinho.

(9)
O café não é tudo na vida, mas uma vida sem café não é nada.

(10)
Antes de dar um palpite sobre economia é interessante adquirir alguma experiência no ramo. Administrar bem a própria vida é um bom começo.

(11)
Qualquer pessoa pode abrir um negócio; alguns são capazes de administrar o dito cujo; porém, poucos tornam-se aptos a serem exitosas nisso.

(12)
Chamar sua convicção ideológica de arte não passa dum embuste cínico. Viver disso, via recursos estatais, é pura e simples picaretagem.

(*) professor e cronista.

Comentários