PRA FECHAR O DIA COM CHAVE DE OUTRO

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)

(1)
Eis que a viva alma mais honesta do Brasil foi compulsoriamente levada pela polícia federal para alumiar as suas atuais investigações com o depoimento da dita cuja. Esperamos que o impoluto encosto nacional compartilhe com a nação algumas de suas probas centelhas de luz para que possa-se devassar de uma vez por todas esse mar de lama que toma conta de nosso triste país.

(2)
Sexta-feira, 04 de março – Lula está depondo junto à Polícia Federal. Saiu a quarta temporada de House of cards. Agora, pra fechar o dia com chave de ouro, só falta um pronunciamento da Dilma renunciando à Presidência.

(3)
Sérgio Moro e sua galera só podem ser espartanos. Só pode! Com o perdão da palavra: essa é a única explicação possível para um trem tão fodasticamente fodástico como a operação Lava Jato.

(4)
E é claro que o molusco mor, agora, se faz de coitadinho e vítima de uma conspiração. É o cúmulo do cinismo. É demência psicopática pura.

(5)
A organização não governamental Transparency International considera o depoimento de Lula-lá, junto à Polícia Federal, um sinal de bom augúrio para todo o Brasil, porém, a galerinha que anda com aqueles nojentos cartazes vermelhos, afirmando que “não vai ter golpe” e que “vai ter luta”, chorosamente acham que não.

Pois é, sejamos francos: para o Brasil, é sim, um excelente sinal; porém, para o projeto totalitário comuno-petista e para toda a tigrada do Foro de São Paulo, isso tudo é como o soar de trombetas apocalípticas mesmo.

Enfim, se é ruim para esse projeto totalitário putrefaz, é bom para o Brasil. Ponto.

(6)
É incrível como essa tigrada vermelha consegue, ao mesmo tempo, insultar a justiça, agredir a imprensa livre e dizer, com a maior cara de pau, que defendem com unhas e dentes o Estado Democrático de direito.

(7)
Que Nossa Senhora de Guadalupe nos guarde e São Miguel Arcanjo nos defenda nesse derradeiro combate.

(8)
Te digo uma coisa: a evidência cabal da soberba luliana é claramente visível em seu inescrupuloso vitimismo em misto com seu dissimulado coitadismo. Basta ouvi-lo defender-se, rodeado por seus acólitos, para constatar essa ululante obviedade.

E digo mais! Só não percebe isso quem histericamente idolatra essa viva alma que só engana os trouxas por convicção.

(*) professor e cronista.




Comentários