Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

PROGRAMA AVE MARIA, 31 DE MARÇO DE 2016

Apresentação: Dartagnan da Silva Zanela 

CANSADO, BEM CANSADO...

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) A história republicana brazuca é uma sucessão de golpes, a começar pela proclamação. Depois disso, tivemos uma treta seguida de outra.
(2) Impeachment é golpe? Depende. Se for apenas por irresponsabilidade, sem tocar no Foro de São Paulo, é golpe. Um golpe contra a sociedade.
(3) Destronar Dilma sem tocar no assunto Foro de São Paulo seria similar a processar Pablo Escobar por sonegação fiscal.
(4) Um ódio comum reúne muitos corações para destruir e regozijar-se juntos e, logo depois, todos arrependem-se sozinhos cada um no seu canto.
(5) Hoje, mais do que nunca, o povo brasileiro sabe o que quer, porém, infelizmente, não tem meios, nem canais, para realizar a sua vontade.
(6) O brasileiro vem esforçando-se para tornar-se um povo vigoroso, porém, seus lideres não chegam nem a ser uma vergonha. Estão abaixo disso.
(7) Os bajuladores dos usurpadores da nação vivem falando do povo, mas não sabem quem é o tal do povo e ignoram seus reais anseios de temores.
(8) Nada …

O CAIPIRISMO É A BOLA DA VEZ

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) Lula e FHC são realmente uma dupla dinâmica bem tupiniquim. Amigos íntimos que se fazem de inimigos públicos para enganar bobos como eu e você.
(2) Céus e terras passarão; o projeto petista também. A palavra do Senhor não passará; o estrago da utopia rubra passará, mas irá demorar um pouco.
(3) O que mais dói na canalhada é que eles sabem que o Moro está certo e que o Olavo tem razão.
(4) O Brasil virou, foi pro fundo do mar, tudo por causa do projeto comuno-petista que em nome do Foro de São Paulo está a muito a nos governar.
(5) Assistencialismo Estatal deseduca o povo, o empresariado, as lideranças regionais; estupidifica a todos nós pra querermos tudo sem esforço.
(6) Nem uma pessoa, nem mesmo um partido, são maiores que as instituições de uma sociedade. O contrário disso não é democracia. É totalitarismo.
(7) Partidos que se auto-proclamam os únicos defensores do povo, não são nem mesmo seus representantes de fato; são apenas usurpadores de todos.
(8) Sou um…

O CÉU ESTÁ NUBLADO EM PINDORAMA

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) A Páscoa, ressurreição de Cristo, é a abertura, com chave da Santa Cruz, do céu nublado por nossos pecados para a majestade solar da verdade.
(2) Político que teme a publicidade e transparência de seus atos não passa de um gangster; os defensores dele, somente capos da mafiosa famiglia.
(3) É muito mais cômodo para um jumento ideológico chamar seus antagonistas de fascistas do que tentar entender o que eles estão falando.
(4) Quanto uma pessoa recusa-se a enxergar o óbvio sob a desculpa de que tudo é muito complexo é porque ela não passa de um canalha inconfesso.
(5) O conservador defende verdades e valores universais; o revolucionário defende ideologias despóticas com pretensões universais.
(6) A honorabilidade de Lula e Dilma é tão crível quanto a mortadela é um alimento saudável.
(7) Dilma sonha sofrer de megalomania verbal, mas não tá dando pé não. Terá de se contentar com o que lhe cabe: a sua congênita catatonia oral.
(8) O Brasil vive hoje sua grande odiss…

POR ESSA NEM O SEU ZÉ ESPERAVA

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
Coisa que todo o cafajeste mais gosta de fazer é chamar o tal do povo de toda e qualquer coisa. Agora, a nova moda é chamá-lo de corrupto. Segundo essa pacutia de caráter duvidoso, o grande problema do Brasil é que o povo, de modo geral e irrestrito, é corrupto de doer porque fura fila uma vez ou outra; porque de vez em quando dá um migué nesse ou naquele imposto que lhe é imposto goela abaixo e, por causa desses deslizes que, segundo dizem, a vermelhada e seus parceiros afanaram descaradamente o erário. Resumindo: pra essa gente, se mensalão, petrolão e tutti quanti existem a culpa é do povão que fura a fila do buzão.
Um caipora que diz isso, francamente, não vale o excremento que produz. Não vale porque esse tipo fecal literalmente abdica de todo o senso de proporções para justificar e defender a corja política que ele idolatra; corja que faz parte da mesma seita ideológica que o dito caipora.
Ora, ora, há uma diferença mastodôntica entre furar uma fil…

ATÉ QUE O TINTEIRO SECAR

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) Acredite no que quiser. Em qualquer sandice, na mais tola das estultices. Você pode fazer isso, sim senhor, porque consciência é sua, porém, não se esqueça: a responsabilidade por suas crenças e crendices também é sua. Todinha ela.
(2) Desconfie de todos aqueles que fazem pose de santarão na arena política. Não se esqueça que quem a si exalta não carrega em seu coração nada digno de glorificação. Resumindo: se o caipora diz ser o baluarte da ética, da honestidade ou a própria imagem encarnada de uma nova política limpinha e orgânica, abandone, porque é sacanagem.
(2) A tigrada vermelha é sacana até a medula mesmo. Dizem que vão pegar em armas pra defender a comandanta, fazem ameaças para tentar intimidar a população para que não vá às ruas protestar, chamam as pessoas que querem o fim do comuno-petismo de fascistas, golpistas e blá-blá-blá e, no final das contas, ainda tem a cara de pau de dizer que quem está semeando a cizânia no país é o povo que não…

MAIS UMA IDEIA FURADA

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) Entenda uma coisa: você não é obrigado a ter opinião sobre tudo; você deve, necessariamente, saber o que está falando quando resolver falar.
(2) O grande problema do Brasil, em si, não é Dilma, nem Lula. O grande problema é a existência de toda essa multidão de indivíduos fanatizados e/ou dopados intelectualmente, que orbitam a sobra dessa plúmbea ideologia rubra que paira sobre toda a sociedade.
Derrubar a primeira e condenar o segundo sem combater todos os matizes marxistas que dão sentido, justificação e “legitimidade” a essa loucura toda pouco ou nada resolverá.
Com o perdão da palavra, se não houver uma séria dedicação a essa bona pugna, continuaremos chovendo no molhado. Mesmo que a comandanta caia e a viva alma vá para a prisão, ainda continuaremos na contramão da vitória. (3) No Brasil é assim: o caboclo não sabe nada, não quer saber, morre de raiva de quem sabe e, ainda por cima, exige desse um untuoso respeito pelas suas flatuosas opiniões.
(4) O…

COM QUANTOS PINHEIROS SE FAZ UMA DEMOCRACIA

Por Dartagnan da Silva Zanela
(1) Sérgio Moro, firma seu pé na República das Araucárias. Ele e os seus lá estão na curitibana barricada de pinhas democráticas representando um Brasil que resiste e luta para acabar com a república proto-totalitária dos bananais comuno-petista.
Se Deus quiser os bravos e destemidos dos pinheirais vencerão essa bona pugna. E vencerão com o devido e necessário apoio de todos os Ipês e Jacarandás dessa terra que a muito está fatigada, cansada de ser espoliada pela canalhada que diz representar o povo brasileiro apenas para melhor utilizá-lo contra o mesmo, contra a sociedade civil da nossa entristecida mãe gentil que hoje, mais do que nunca, quer dar um basta a toda essa demoníaca palhaçada vermelha que em nome duma utopia sinistra e desvairada não mede esforços para afundar o Brasil.
Alea jacta est. A sorte está lançada e que Deus tenha misericórdia de todos nós.
(2) O governo não se cansa de querer ampliar a felação tributária no bolso do povo brasileiro para …

[áudio] 17/03/2016 - CONVERSA QUIXOTESCA: BASTA!

Por Dartagnan da Silva Zanela 

A MAIOR GLÓRIA QUE HÁ

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
“Não quero rezar para me proteger dos perigos, mas para ser destemido ao encará-los”. (Tagore)
* * *
Há livros e filmes que mexem profundamente conosco. Obras que literalmente nos viram de cabeça para baixo e nos fazem repensar a nossa maneira viver.
Esse é o caso do filme Cristiada (2012) sobre a Guerra dos Cristeiros no México. Filme esse que, ao seu término, fez-me prostrar ao chão em meio a riachos de lágrimas e soluços desconcertantes, coberto pela solidão e pelo silêncio da escura noite.
Após essa experiência estética e mística a prece, escrita por Santo Anacleto e recitada pelos camponeses mexicanos, passou a integrar meu modesto repertório de orações, que diz: “¡Madre Santa de Guadalupe!, acompaña en su agonía a este pobre pecador. Concédeme que mi último grito en la tierra y mi primer cántico en el cielo sea ¡Viva Cristo Rey!”
Inúmeras cenas dessa película foram gravadas em minha alma com um incandescente braseiro, cenas que carrega em seus movimen…

MAIS UM PARA A COLEÇÃO

Por Dartagnan da Silva Zanela
(1) A idiotia não é somente transmitida oralmente. Não há necessidade de se promover um contato direto com a matéria fecal produzida verbalmente. Ela também pode ser transmitida pelo “clima” de uma época. Detalhe: também não é preciso sentir o odor putrefaz da pestilência no ar não. Basta encontrar-se imerso numa atmosfera societal onde a idiotia é reinante e catapimba! Jaz mais um idiota.
(2) São Paulo Apóstolo nos ensina que tudo podemos; podemos dizer o que nos vier na telha e fazer o que nos der na ventana, porém, todavia e entretanto, nem tudo é conveniente.
Saber o que dizer, a quem falar, em qual ocasião proclamar e, principalmente, saber como fazer isso ou aquilo é algo que apenas um homem maduro sabe. Se são o for, o que temos são apenas inconvenientes malcriações disfarçadas de criticidade.
O mesmo vale para nossos feitos. Para todos eles.
(3) Quem diz amar as grandes verdades sem necessariamente nutrir o mesmo apresso pelas pequenas, definitivamente, n…

[áudio] CONVERSA QUIXOTESCA - FILOSOFIA EM UM DEDO DE PROSA

Por Dartagnan da Silva Zanela 

[áudio] CONVERSA QUIXOTESCA - UM DEDO DE PROSA SOBRE EDUCAÇÃO

Por Dartagnan da Silva Zanela 

BENDA, Julien. LA TRAICION DE LOS INTELECTUALES. [pdf]

DIÁRIO DE BORDO SEM DATA ESTRELAR

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) A procura por um título sem sermos detentores do devido e indispensável merecimento, seja na forma de um diploma ou de um cargo, apenas atesta a mediocridade inconfessada que habita o coração de todo aquele que procura esse tipo de vanglória.
(2) Estou meio cansado. Não. Já faz muito que estou totalmente fatigado; abatido com o cinismo dos idiotas que vivem fazendo pose de autoridade impoluta.
Tal cansaço não significa que estou me dispondo a fazer uma faxina geral e livrar-me de toda essa tranqueira. Não. Não tenho meios para realizar tal empreitada e, pra dizer a verdade, nem mesmo tenho lá muita vontade de fazer isso.
Estou apenas exausto, procurando forças para continuar minha jornada como modesto palhaço ensinador e escrevinhante que sou e, estoicamente, encarar e suportar o inevitável mal que está sufocando nossa nação porque, saber resistir com dignidade também é lutar.
(3) Chato, por definição é o que é: um porre. Porém, um chato de porre é algo p…

[áudio] JARDIM DE ACADEMUS - REFLEXÕES MAIS OU MENOS CONFUCIANAS

Por Dartagnan da Silva Zanela 

[áudio] CONVERSA QUIXOTESCA - DA DESEDUCAÇÃO FAMILIAR

Por Dartagnan da Silva Zanela

PERSEVERAR É A REGRA

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) Todo caminho é encurtado quando a jornada é iniciada com perseverança. Toda via torna-se extenuante quando a viagem é feita sem propósito. Por fim, toda marcha não iniciada não é e jamais será um caminho.
(2) Os indivíduos que tem sua alma imersa no licor do medo são comandados por aqueles que têm seu olhar embebido no vinho da ousadia.
(3) Jamais esqueçamos a advertência que nos foi feita por José Bonifácio, cujas palavras ecoam pelos séculos e que nos lembram o óbvio ululante de que uma verdade muda inevitavelmente introduz uma vil tirania.
(4) Tudo que não segue uma formalidade tradicional é, por si mesmo, uma negação do humano, porque tudo aquilo não tem figura é, por definição, disforme.
Combater uma formalidade tradicionalmente instituída pode até ser uma manifestação justa, todavia, na maioria esmagadora dos casos, não passa de uma impertinente mostra de soberba histericamente inconfessa.
(5) Onde a prudência não encontra morada a demência instaura o …

JARDIM DE ACADEMUS - OLHO POR OLHO E OUTROS BICHOS

Por Dartagnan da Silva Zanela

[áudio] JARDIM DE ACADEMUS - SOBRE AS CASTAS

Por Dartagnan da Silva Zanela 

[áudio] CONVERSA QUIXOTESCA - ENTRE A GRANDEZA E A MEDIOCRIDADE

Por Dartagnan da Silva Zanela 

JOELHOS DOBRADOS PELO BRASIL

Por Dartagnan da Silva Zanela
Domingo, 06 de março – teremos, bem provavelmente, enquanto nação, uma semana bem atribulada e, dia 13, será sem dúvida alguma uma data importantíssima para o desenrolar dos próximos passos que serão dados por nosso país.
Não são poucas as vozes que estão clamando a todos os brasileiros que nesse domingo próximo se vistam com as cores do pavilhão nacional e clamem, em uma só voz, pelo derradeiro fim do projeto totalitário comuno-petista.
Está certo e, inclusive, assino junto, porém, não apenas isso é necessário. Há algo mais que todos aqueles que estão enojados e perplexos com o que está acontecendo com o Brasil devem, urgentemente, fazer: rezar.
Rezar pelo país, pelo bom andamento da operação Lava Jato e que ao final, o nome dado a essa etapa da referida operação, prevaleça. Que ao fim a aletheia (verdade) ilumine e guie a nossa entristecida nação.
Sem ela, sem a verdade, a justiça não prevalecerá e continuaremos neste círculo cármico infernal.
Por isso rezemo…