Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2016

[29/02/2016] CONVERSA QUIXOTESCA - IGUALDADE E IGUALITARISMO.

NÃO NOS DEIXEIS CAIR

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) Viver dignamente e morrer de maneira honrada; duas coisas que o homem moderno extirpou do horizonte de sua existência, transformando sua vida num mesquinho vagar hedonista, reduzindo sua distinção a um reles perambular sem sentido de um nada para lugar nenhum.
(2) Uma época onde almas bestializadas reivindicam (depre)civicamente o “direito” de serem objeto de cobiça sexual (de usar um indecoroso shorts); uma época onde acadêmicos, doutamente ignorantes, ultrajam o bom-senso, ficando nus numa apresentação de um trabalho (ou algo do gênero) é uma sociedade que está lavorando cinicamente para sua autodestruição, reduzindo a dignidade humana a um nível bem abaixo do animalesco e, com isso, cavando a sua própria sepultura.
(3) Muitas músicas tocam profundamente minha alma ao ponto de apenas bastar ouvir os primeiros movimentos e acordes que já sinto minha garganta engasgar e meus olhos em lágrimas marejar. Adiós Nonino, de Astor Piazzolla é uma delas; As ca…

CONVERSA QUIXOTESCA (28/02/2016): OUTRA DICA PARA QUEM GOSTA DE APRENDER - PARTE I

CONVERSA QUIXOTESCA (27/02/2016): A MENTALIDADE ANTI-CAPITALISTA

PARA ALÉM DO OLHAR ALUADO

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) Os problemas, em matéria de educação, não são abordados com o claro intento de resolvê-los de maneira minimamente razoável. Não mesmo. Na verdade, os problemas educacionais, dum modo geral, são atacados duma forma viciosa e circular, onde todos acabam agindo de modo similar a uma matilha de cães correndo atrás de seus respectivos rabos e, fazendo isso, acham que estão realizando algo que preste.
(2) Propor uma solução viável para um problema que ninguém quer resolver é uma arte levada muitíssimo a sério nessas terras de desterrados; arte essa que vem obtendo a plena realização de seus mais viscerais propósitos que é simplesmente a realização da frivolidade das nulidades.
(3) Para realizar atos significativos não é tão importante sonhar não. Todavia, ser capaz de suportar titanicamente frustrações e derrotas com altivez é imprescindível para que tais atos sejam realizados com maestria.
(4) Uma sociedade fundada na inveja e no ressentimento, na desídia mora…

DE PONTA A PONTA

AO PÓ RETORNARÁS

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)
(1) Nada é mais letal para o desenvolvimento de qualquer estudo que a presunção de ser suficientemente sabedor do assunto antes mesmo de ter ousado conhecê-lo.
(2) No Brasil, o limite da paciência é a paciência sem limites, haja vista que aqui nessas terras de burocráticos botocudos as fronteiras do abuso são os abusos sem fronteiras.
(3) Todo aquele que define um meliante como uma vítima inerme da injusta sociedade, das duas uma: ou é um idiota útil ou um canalha dissimulado.
(4) O modo mais eficiente para agirmos sobre os outros é agindo sobre nós mesmos. Seja para o bem ou para o mal. Por isso, todo aquele que não nutre um mínimo de interesse pela sua própria educação não se encontra apto para educar uma criança, mas, com toda certeza, está plenamente habilitado para estragá-la.
(5) Qualquer ato humano, generoso ou mesquinho, é uma pesada porta que se abre para toda humanidade.
No final das contas, tudo é uma questão de escolhas silenciosas e de atitudes disc…

Oração para antes dos estudos (S. Tomás de Aquino)

Imagem
Criador inefável, que,
no meio dos tesouros da vossa Sabedoria,
elegestes três hierarquias de Anjos
e as dispusestes numa ordem admirável
acima dos Céus,
que dispusestes com tanta beleza
as partes do universo,
Vós, a Quem chamamos
a verdadeira Fonte de Luz e de Sabedoria,
e o Princípio supereminente,
dignai-Vos derramar
sobre as trevas da minha inteligência
um raio de vossa clareza.

Afastai para longe de mim
a dupla obscuridade na qual nasci:
o pecado e a ignorância.
Vós, que tornais eloquente
a língua das criancinhas,
modelai a minha palavra
e derramai nos meus lábios
a graça de vossa bênção.

Dai-me a penetração da inteligência,
a faculdade de lembrar-me,
o método e a facilidade do estudo,
a profundidade na interpretação
e uma graça abundante de expressão.

Fortificai o meu estudo,
dirigi o seu curso, aperfeiçoai o seu fim,
Vós que sois verdadeiro Deus
e verdadeiro homem,
e que viveis nos séculos dos séculos.

Amém.

QUANDO A MÁSCARA CAIR

UMA QUESTÃO DE ARRUMAÇÃO INTRACROMOSSOMIAL ESPECÍFICA