Grandes Entrevistas - Ezra Poud

Extraído de COWLEY, Malcolm. Escritores em ação. R.Janeiro: Paz e Terra, 1968. (Entrevistado por Donald Hall)
____________________

Ezra Pound, nasceu numa região então pouco explorada de Idaho, em 30 de outubro de 1885, foi educado na Universidade da Pennsylvania e no Hamilton College. Seu primeiro livro de versos foi publicado em Veneza, no ano de 1908 e, desde então, ele lançou mais de noventa volumes de poesia, crítica e traduções - particularmente tradução de versos.

Quando jovem, Pound viveu primeiro em Londres e, depois, em Paris, em princípios da década 1920. Mais tarde, transferiu-se para Rapallo, na Itálía, onde permaneceu até que a guerra o desalojasse de lá. Na juventude, foi, durante muitos anos, editor estrangeiro da revista Poetry.

Durante anos, preocupou-se intensamente com os sistemas monetários nacionais, por ele considerados como a pedra angular de toda a ordem social. Durante a Segunda Guerra Mundial, viveu na Itália, proferindo palestras pelo rádio denunciando a participação americana na guerra contra o Eixo. Uma das notas mais negras na história americana foi o tratamento que Pound recebeu ao ser feito prisioneiro de guerra, na primavera de 1945. No "Centro de Adestramento Militar" americano, em Pisa, foi ele encerrado numa jaula feita de tiras de metal de pistas de aterragem de aviões, de piso de concreto, tendo somente cobertores por cama, bem como uma lâmpada incessantemente acesa. Decorridas três semanas, sofreu um colapso nervoso, acompanhado de amnésia parcial e claustrofobia. Ao todo, foi mantido em prisão estritamente solitária mais de seis meses, tendo sofrido, durante esse tempo, repetidos ataques de histeria e terror. Depois disso, foi levado para Washington, julgado por traição e considerado louco. Após quatorze meses de permanência no Hospital Saint Elizabeth, retornou, em 1958, para a Itália, onde agora reside em companhia de sua filha. [continue lendo]

Comentários