PENSANDO BLOGICAMENTE – n. 02

(cinicamente falando)

O que significa, especificamente, pensar por si mesmo? O que se quer dizer, claramente, com a expressão pensamento crítico? Fico perguntando-me se as pessoas que proclamam em alto e péssimo som a necessidade grave da implantação disso, se elas mesmas são capazes de tal esclarecimento ou se apenas dizem isso porque a expressão “pensar por si mesmo” é repleta de prestígio em meio à doxa diplomada. Olha, é de encher os pacovas ter de ouvir as conversas que brotam nestas rodinhas de (de)formadores de opinião, de (des)educadores, em fim, de pessoas que se vêem como esclarecidas sem o ser. Para ser franco, é inacreditável como as pessoas, essas pessoinhas, são capazes de afirmar com tanta propriedade palavras tão desprovidas de substancialidade. Pior! Como podem elas não se flagrarem que tal nulidade advém de sua alma, imersa em seus boçais maus hábitos, como? Trocando em miúdos: como podem pessoas que literalmente não se enxergam acreditarem que são capazes de analisar e mesmo melhorar o mundo? Como? É pra acabar, não é mesmo?

Dartagnan da Silva Zanela,
em 19 de janeiro de 2010.

Comentários