REFLEXÕES BLÓGICAS – XXIV


Com grande facilidade aceitamos a idéia chula de que se algo não se realiza em nossa vida é por culpa de outrem, ou do sistema, ou da sociedade, ou simplesmente do raio que o parta. Tudo bem, mas façamos a seguinte pergunta, para nós mesmos, no silêncio de nossa consciência (se tivermos): o quanto, realmente, nos esforçamos para realizar esse ou aquele algo que tanto desejamos? Sinceramente, o quanto trabalhamos para que esse ou aquele troço fosse uma realidade em nossa vida? Pois é, como somos duros com tudo e com todos por não nos ofertarem, graciosamente, aquilo que nós mesmos não labutamos por nós.

Dartagnan da Silva Zanela,
Em 13 de agosto de 2009.

Comentários