REFLEXÕES BLÓGICAS – VI

Sempre quando ouço qualquer representante desta massa de imbecis politicamente-corretos falando sobre os problemas disso ou daquilo tenho a nítida impressão que estou diante de um perfeito lunático que ou desconhece por completo o que seja vida humana e seus dilemas existenciais, ou de um desesperado que até conhece esses, porém, por desespero, prefere resumir tudo em uma fábula de luta disso ou daquilo para assim poder justificar a sua impotência intelectual para compreender o que está a sua volta e assim, a moda de Pilatos, poder lavar as mãos diante dos problemas que, por sua deixa, têm sua autoria projetada em bodes expiatórios como o sistema, ou o “capetalismo”, ou coisas do gênero. Não é por menos que quanto mais pessoas se reúnem para discutir a resolução de um problema, menor é a possibilidade real de resolvê-los, pois o desejo de posar de bom moço (impotentes) diante da sociedade é maior do que o de fazer algo realmente interessante. E é só.

Dartagnan da Silva Zanela,
em 03 de maio de 2009.

Comentários