O SANTO ROSÁRIO

Por Dartagnan da Silva Zanela,
Em 08 de janeiro de 2009.

Os dedos caminham,
Silenciosos,
De conta em conta
Sem contar
A infinita graça
Que aplaca o humano olhar
Do orante silencioso
Que
De conta em conta
Coloca-se a contemplar
Os mistérios recitados
Na simplicidade
Das contas
Do Santo Rosário.

E o coração...
Ah! E o coração...
No ritmo dos dedos
Que
Silenciosos
Seguem o caminho
Ditado pelo recitar dos lábios
Que se abrem suplicantes
Por estar com a alma arrebatada
Pela imagem contemplada
Do Verbo Encarnado
Alma que se entrega
Para o passo
Caloroso e misterioso
Que religiosamente
São contemplados
Na oração do
Santo Rosário.

Comentários